Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.

October 18 2014

O Medo e a Sabedoria

“Onde o medo está presente, a sabedoria não consegue estar”;
Responda antes de terminar esse texto: Quem disse essa frase?

Hoje, em pleno 2014, vivenciando em nossas eleições um problema que muitas nações tiveram: Falta de foco, de perspectiva, de um amanhã melhor para o próprio país, 'resultando' um segundo turno similar a de debates da década de 80/90 em países - considerados - desenvolvidos.

Trocamos informações, sem certeza alguma, que fere nossa tradição, nossas crenças, nossas perspectivas sobre um alguém ou algo... A dúvida que fica na mente de alguns é o objetivo e o beneficio disto.

Perdemos o foco de entender o que pode vir por ai para focarmos no que nossa sociedade atual pensa que é relevante: Vida pessoal alheia, ver o ruim, errado, se alimentar de dor, de humor degradante, de contos, exemplos reais, de azar alheio... Veja, nossa percepção é sempre de espectador, nunca de protagonista.

O ódio é a principal sensação que o ser humano pode utilizar como uma ação do organismo e um sentimento real e forte (no sentido da intangibilidade); Faz parte de nós desde a hora um de existencia. Então, por que não fazer isto para manipular para o resultado que queremos?



Vamos olhar um pouco para o passado, com relação a isto e o por que essa cultura do medo não só é aceita, como não tem previsão alguma de ir embora - principalmente no setor político.

Tenha paciência para entender que o ódio como produto de venda existe muito além de nossa compreesão.

O ódio estratégico... 
...e o Imperador Mongol (década de 1100, 1200 mais ou menos)

Os sucessos de Genghis Khan e de seus sucessores foram baseados na dominação e no terror. Esse personagem mitico e real, que algumas pessoas dizem que matou mais de milhões em sua existencia, criou táticas de guerra revolucionárias para as batalhas nas estepes. O aspecto da estratégia de assalto de Genghis Khan era nada menos que a psicologia de contrapor-se à população; A ofensiva era caracterizada pela concentração de forças, manobras, surpresas e simplicidade. Através de uma implementação meticulosa e cuidadosa de sua estratégia, Khan e seus descendentes foram capazes de conquistar a maior parte da Eurásia.

O autor Barry Glassner, que escreveu o livro "The Culture of Fear", fala de questões como "11 de Setembro, "Colapso Financeiro, "Guerra o Iraque" e demonstra de maneira simples que é a nossa percepção do perigo é o que tem aumentado, e não o nível real de risco. - Vide o caos que o #US está nesse momento com o caso EBOLA. Atualmente estão com medo de que a doença seja espalhada via ar, propagando a ignorancia sobre um assunto de extrema importancia, mas sendo entregue de maneira extremamente errada, criando o medo, que pode partir para o ódio, criando resultados que não podemos imaginar.



Vamos voltar para casa

Qual a lógica da expansão da 'criminalidade'? Segundo a tese, 'Narcotráfico na Metrópole', de Aiala Colares: 'A criminalidade se expande na forma de uma territorialização perversa, pelo fato de o tráfico de drogas impor os seus limites pelo uso da força e pela lógica do medo como estratégias de dominação'; Em resumo: Quem aqui nunca ouviu a frase "o povo daquela região, não denuncia as coisas que acontece porque eles cuidam de nós".



Agora, excluindo fatores históricos e necessidades de época - Qual a diferença macro do Imperador Mongol para o Crime Organizado? Nenhuma.

A política então se apropriou da mesma estratégia e esta aplicando de maneira inconsequente, sem entender o nível de impacto para o futuro. A ubiquidade dos medos é o que mais amedronta. O resultado repercute no aumento de uma busca de sensação de segurança, ou pelo menos de afastabilidade do perigo. Neste pensamento, você acredita que um país divido por ódio - e não por convicções válidas relacionado a política - é um país que tem futuro brilhante?



Vamos voltar para a américa no norte, local em que as armas estão na constituição. O que mais vemos nos noticiários - assustadoramente - de maneira anual? Um exemplo: Tiroteio nas escolas, feito por crianças, contra crianças. E o pior, continuamos sem saber 80% dos motivos. - E não ficamos longe disto: "Massacre de Realengo".

O medo é uma arma estratégica e sempre vai fundar seu próprio império no local em que a ignorância (factual ou opcional) tomar parte do dia a dia. Mas, ao implicar o medo, ignoramos o fator fundamental para nossa existência nesse universo: Educação; Curiosidade, pesquisa, conhecimento, dedicação ao bem próprio e de de todos.

- Quer saber o futuro intelectual do Brasil se continuarmos assim? Veja aqui. -

Você pode escolher aceita a realidade atual ou lutar por algo diferente. Eu, pessoalmente estou no segundo grupo, sem julgar o primeiro. Mas garanto, as consequências serão maiores e não do que gostaríamos.

Então, fica a pensata sobre o próximo post de ódio que você for criar ou compartilhar. Pergunte a si mesmo: Estou fazendo parte da estratégia ou quebrando ela?

Adivinhou quem falou a frase do titulo do post? É do Lucius Caecilius Firmianus Lactantius, conselheiro do primeiro imperador romano cristão, Constantino I, que viveu no ano de 300 D.C.

Fique em paz.

September 14 2014

May 18 2014

Pura, empatia.


A empatia é  a resposta afetiva vicária a outras pessoas, ou seja, uma resposta afetiva apropriada à situação de outra pessoa, e não à própria situação. Pesquisas indicam que a empatia tem uma resposta humana universal, comprovada fisiologicamente. Dessa forma a empatia pode ser tomada como causa do comportamento altruísta, uma vez que predispõe o indivíduo a tomar atitudes altruístas.



Barack Obama, em 2006 quando ainda Senador, falando para o público de graduandos um pouco sobre a falta de empatia nos EUA, uma reflexão que vale pro mundo todo.

Tradução Livre

"Há muita conversa neste país sobre o déficit federal. Mas eu acho que nós deveríamos falar mais sobre nosso déficit de empatia - a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro; de ver o mundo através daqueles que são diferentes de nós - a criança que está com fome , o metalúrgico demitidos, a mulher imigrante que está limpando sua casa.



Com o passar da vida, cultivar a empatia se torna mais difícil. No mundo real, não há nenhuma exigência de serviços à comunidade; Ninguém para te forçar a se importar [com o próximo, com o meio ambiente]. Você é livre para viver em bairros com pessoas que são como exatamente como você, enviar seus filhos para as mesmas escolas que essas pessoas e estreitar as suas preocupações com o que está acontecendo em seu próprio pequeno círculo social.

Não só isso - nós vivemos em uma cultura que desencoraja a empatia. Uma cultura que muitas vezes nos diz que o nosso principal objetivo na vida é ser rico, magro, jovem, seguro de si, famoso e viver apenas para se divertir. A cultura daqueles que tem o poder de falar com as massas muitas vezes é de incentivar esses pensamentos egoístas.

Esses vão te dizer que os norte-americanos que dormem nas ruas e imploram por comida chegaram lá porque eles são preguiçosos ou fracos de espírito. Que as crianças que estudam em escolas de péssimas condições [ou em periferias], não vão aprender e não querem aprender e, por isto, devemos desistir delas. Que as pessoas inocentes que perdem suas casas ou familiares do outro lado do planeta é problema de um outro alguém [nunca seu].

E eu espero que você não preste atenção nisto, não aceite isto. Eu espero que você sinceramente se preocupe, sem pensar em algo em troca."

Veja o texto original:

"There's a lot of talk in this country about the federal deficit. But I think we should talk more about our empathy deficit - the ability to put ourselves in someone else's shoes; to see the world through those who are different from us - the child who's hungry, the laid-off steelworker, the immigrant woman cleaning your dorm room.

As you go on in life, cultivating this quality of empathy will become harder, not easier. There's no community service requirement in the real world; no one forcing you to care. You'll be free to live in neighborhoods with people who are exactly like yourself, and send your kids to the same schools, and narrow your concerns to what's going in your own little circle. 

Not only that - we live in a culture that discourages empathy. A culture that too often tells us our principle goal in life is to be rich, thin, young, famous, safe, and entertained. A culture where those in power too often encourage these selfish impulses.

They will tell you that the Americans who sleep in the streets and beg for food got there because they're all lazy or weak of spirit. That the inner-city children who are trapped in dilapidated schools can't learn and won't learn and so we should just give up on them entirely. That the innocent people being slaughtered and expelled from their homes half a world away are somebody else's problem to take care of. 

I hope you don't listen to this. I hope you choose to broaden, and not contract, your ambit of concern."

Vamos exercitar um pouco da nossa empatia?

Até a próxima

August 17 2013

O que é ser ativista da amamentação?


Confesso, faz dias, meses que nada posto aqui. Isto não significa que não acompanhe o que acontece ou que meu dia a dia não esta engajado com minhas crenças, meus debates, meus pensamentos... Acompanhando de perto ou de longe, sempre dou um jeito de expressar o que acredito, o que quero ver com as pessoas ao meu redor, com o ser humano, o ser.

Nós, homens, na fase de crescimento, temos impactos tradicionais criados antes mesmo de começarmos a entender o significado de tudo... Sempre digo que, o mais curioso é o ser humano passar os primeiros anos apenas ouvindo, depois desembesta a falar. O que é o papel do homem, da mulher, como crescer, o que procurar, objetivos claros como o de trabalhar, casar, tudo está dentro de um papel que alguém ou coletivo criou... Mas, afinal, o que é o certo ou errado? Nos perdemos, como sociedade, na simplicidade das coisas da vida, no prazer de ouvir, de falar, de sonhar, de crescer. Procuramos sempre uma facilidade para lidar com a vida que nós criamos, e esquecemos que somos muito além de seres metódicos para alguns fatores, seja para o certo ou errado.

Eu, ser humano, sinto de todas as maneiras que possa entender. Sinto quando um cheiro toma minha atenção, sinto quando algo toca meu paladar, sinto quando a temperatura muda, sinto quando penso, sinto quando tudo ao meu redor muda... Simples, sinto. A cada dia que passa o "sentir" é retirado de nós por regras e falas que não se explicam. Por que comer isto ou aquilo? Por que andar por aqui e não ali? Por que neste lugar ou no outro? As perguntas são abrangentes para você adicionar o fator que, com certeza, está passando no momento.

A cada ano que passa o ser humano se distancia do outro, arrumando mil e uma razões, desculpas, necessidades... De o nome que quiser... Estamos mais distantes dos outros. Perdendo nossos sentidos sensoriais, os mesmos que nos fizeram evoluir como um organismo que hoje pode postar essas palavras, e outro, ler.

O começo de tudo.

Cansou com tamanha complexidade acima? O que tem a ver com o tema proposto?

Imagine entregar todo esse pensamento a um recém-nascido. Puro de natureza e com instintos 100% naturais. Já fazemos alguns deles passarem por momentos ou decisões que variam do ótimo ao péssimo. Como fazemos isto? Ignorando seus sentidos, suas vontades, sua proximidade. Bebês são os seres mais frágeis e mais fortes deste planeta. Lutam da maneira que podem para sua própria sobrevivência, e contam com as duas pessoas mais importantes da sua vida para continuar sua existência.

A mãe é o berço desta vida, o pai o provedor, e não digo só do óbvio, mas provedor de carinho, paixão, companheirismo, de amor, de se igualar com um ser que o faz sentir tantas coisas que só se consegue explicar com o próprio sentimento, com uma lagrima ou duas.

Essa nova vida recebe seus primeiros sentidos dessas duas pessoas, primeira imagem recebida, primeiro som, primeiro cheiro, primeiro calor, primeira alimentação... Se todo este "pacote" parece fazer sentido, por que estamos querendo distanciar essa nova vida de nós, por opção?

O tópico do post é claro sobre a necessidade, estamos, por opção, deixando de entregar aos nossos filhos um momento único e rápido da vida deles, a amamentação. Seja por desconhecimento, por medo, por indicação dos mais velhos, por livros, por pensamentos... Muitas mulheres estão achando tudo tão complicado que fazem opções não naturais para seus filhos, buscando o bem da criança, mas ignorando todos os sentidos e consequências que isto pode trazer...

Homem, essa fase inicial, especial e complicada é raramente seguido por nós... O que acredito, deve mudar. Especialistas dizem... Tanta coisa que devemos sempre questionar. O tradicionalismo cita... Tanta coisa que devemos nos opor.

Cuidar de um recém-nascido é um ato de duas pessoas e não uma, desculpem os homens tradicionais. O apoio que sua parceira precisa é muito maior do que podemos imaginar. O apoio que seu bebê precisa é muito maior do que qualquer ensinamento pode relatar. Todos os processos desta nova vida devem ser acompanhados, apoiados, descobertos e redescobertos.

Com tantas informações, sugestões e pitacos, é difícil imaginar se estamos fazendo tudo certo com essa nova vida, se estamos entregando o que esta vida precisa. É confuso às vezes, eu sei... Mas não impossível.


O que é o ato de amamentar?



Algo simples que aumenta a proximidade, entrega nutriente, faz ambos crescerem e amadurecerem. Mas, como citei, só pelo fato de acontecer somente com a mãe, não significa que o homem está excluído disto. Comece a pesquisar e verá as maiores dificuldades das mães que amamentam.

Medo de perder a proximidade com o bebê, medo de não conseguir amamentar, medo sobre quando parar, medo de quanto deve continuar ou parar... Uma pessoa só não deveria ter tantos receios, sem apoio. É nisto que os homens falham. Neste momento, não só a mãe, como o bebê, devem se sentir protegidos por uma certeza, de que o ninho está sendo cuidado com olhos de carinho, de respeito, de segurança que um pai pode fornecer.

O que acontece fisicamente com a mãe? Quais os problemas podem acontecer se não amamentar? Como pode ser mais participativo? Como seguir a evolução e o dia a dia do filho? Como o bebê pode se sentir seguro com você quando a mãe não está por perto? Informe-se, garanto que terá uma consequência boa para a família.

Ainda estou só na superfície em debater com homens e mulheres a importância do que é ter uma família participando dos primeiros meses da sua cria. Nós, como organismos com um certo nível de inteligência, podemos optar por distanciar deste momento, ou criar algo novo e acompanhar o dia a dia de tudo o que é mais importante para o casal.


O que é ser ativista da amamentação?

É muito mais do que incentivar as mães a amamentar, é expandir o debate a dizer que os pais devem ajudar e colaborar para que tudo se encaixe, dizer a importância de cuidar da sua família em todos os sentidos.

A conversa por aqui, com os homens, ainda segue longe... Tradição, ensinamentos de famílias, quebra de preconceitos, de paradigmas... Mas ainda teremos outras oportunidades.

Este post faz parte da Blogagem coletiva: Por que sou ativista da amamentação? Continue lendo os blogs participantes aqui e participe você também!

Até a próxima!

April 10 2013

Nós, amebas.

Vale acompanhar a série animada HISTORY DRINK pelo site do canal de TV pago HISTORY.

Ciência e religião não costumam ocupar o mesmo espaço. Darwin só queria um tradicional chá da tarde, mas uma guerreira francesa – que mais parece uma punk-cibernética – avista o “porco inglês” e pede instruções Divinas para resolver a situação.



abs,

December 10 2012

O que é impossível?

Não é fácil para qualquer pesquisador dizer exatamente quando foi que começamos a nos comunicar uns com os outros. E muito menos nos dizer se isto foi de todo bom... Ao longo de nossa própria evolução acabamos descobrindo nossas afinidades com pessoas, com ideias ou temas.

Mas, mesmo evoluindo durante milhares de anos, ainda passamos por momentos de total desacordo com nossa própria maneira de se expressar. Um negócio pode ser desfeito se a palavra errada for dita, um rancor pode nascer de uma frase mal entendida, uma guerra pode começar se um simples "Obrigado" não for claramente falado.

A Torre de Babel, segundo a narrativa bíblica no Gênesis, foi uma torre construída por um povo com o objetivo de que o cume chegasse ao céu. Isto era uma afronta dos homens para Deus, pois eles queriam se igualar a Ele. Deus então parou o projeto, depois castigou os homens de maneira que estes falassem varias línguas para que os homens não se entendessem (...)
fonte: wikipedia


A nossa necessidade de se expressar nunca foi exatamente explicada por alguém. Veja, tento em meus poucos textos fazer você, leitor, entender um pouco do que falo, elevando o máximo que consigo de meu momento para cada palavra. Estou em um lugar, em um horário, ouvindo ou não algo, em uma temperatura que pode ser agradável ou não, pensando em algo, ou alguém ou fatos e, dentro disto, eu simplesmente escrevo... Agora, me retorne esta visão dentro do seu ambiente.

Você lê aqui como quer, onde estiver, no horário que estiver, logo após um dia cheio, ou antes de começar uma noite a fora. Vai entender do seu jeito, da sua maneira, na sua visão. Não posso esperar ou exigir que me entenda. Somente que leia e participe com reações a cada linha.

Grandes pensadores passaram por uma crise existencialista, outros simplesmente ignoraram esta crise e viveram em seus cubos de pensamentos. Quem nunca se sentiu - uma vez na vida - como se falasse um único dialeto que ninguém ouvisse ou entendesse?

Se estudar a evolução da língua você entenderá o porquê estamos tão simplistas no dia a dia, ou porque a evolução da própria segue para um caminho menos harmonioso ou sonoro e mais abrupto objetivo.

Pois é, nada é tão simples, mas ao mesmo tempo, complicamos tanto que toda conversa acaba se tornando única e, às vezes, vazia. Você não precisa procurar um entendedor completo, mas um entendedor que completa sua ideia e repassa para frente, com um novo ponto de vista.

Assim evoluímos.


Estou atrasado, mas chego por aqui compartilhando o livro que esqueci. O 5º BookCrossing Blogueiro aconteceu no último mês, e estou por aqui repassando minha experiencia em compartilhar.

Se acompanhou os últimos, viu como tenho motivado esta troca de experiencias pelas letras de cada livro que solto por ai. Como citei acima, um escritor tenta repassar uma ideia e, cada leitura do mesmo livro pode abrir diferentes interpretações.

Diálogos Impossíveis, de Luiz Fernando Veríssimo, brinca com possíveis conversas entre personagens, criadores, inventores ou gente comum.


Drácula e Batman discutem no asilo. Robespierre tenta subornar o carrasco. Goya e Picasso conversam sob o sol da Côte d’Azur. Nas crônicas reunidas neste volume, Luis Fernando Verissimo escreve sobre impossibilidade, incomunicabilidade e mal-entendidos. Escreve, enfim, sobre a vida.
Editora: Objetiva

De modo que só Luiz Fernando consegue fazer, a leitura funciona como seus outros livros. Textos rápidos, certeiros e cheios de interpretação. O que entendi do livro? Você leu ali em cima.

Acredito que o tema será debatido por décadas, até cada homem entender exatamente o que o outro quer dizer. À partir de um bom dia ao até logo. Onde esqueci? Foto:














Para bom entendedor, meia palavra basta? 
Para bom entendedor, nenhuma palavra, é o que basta.

Até o próximo bookcrossing blogueiro.

November 22 2012

November 08 2012

Ai que prazer

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler 
(...) 

Fernando: É este?
Eu: Nunca.

Fernando: Este que leu?
Eu: Jamais.

Fernando: E agora, este sim, certo?
Eu: Mal me lembro.

Fernando: Olha no espelho, diz-me o que lembra, será mais fácil.
Eu: Lembro-me uma brisa, um gosto, um pouco de prazer.

Fernando: Ok, aqui está.
Eu: Sim, é este! Li!

Fernando: Pois bem, o que quer fazer?
Eu: Reler, relembrar, sentir novamente...

Fernando: Não, liberta.
Eu: ...

Fernando: Liberta, e sentira o mesmo que sentiu quando leu.
Eu: Estará em boas mãos?

Fernando: Sim e não, as mãos não enganam, mas escolhe. As mãos podem ser perigosas ou misericordiosas.
Eu: E então?

Fernando: Liberta e vai descobrir.
Eu: Até a volta, velho amigo.

Penso: Quem sabe um dia volta, e me conta uma nova história?

Participe:













Até a próxima.

October 08 2012

Quote

“A depressão é o preço total, com juros e multas, cobrados pela natureza, de uma vez só,a quem não pagou suas parcelas de auto critica.”
Tags: Cronicando

August 23 2012

Mizuno Challenge 2012 - Vote

Olá, seres pensantes!

Algum tempo não posto, mas quero agradecer bastante todas as visitas que este humilde blog tem recebido. Hoje, apareço para dizer que estarei mais presente, prometo. E, neste momento, venho pedir um apoio para vocês.
Para os esportistas de plantão, e os que vão começar as suas caminhadas, confira aqui como funciona o Mizuno Challenge 2012.

O apoio que peço é para todos que tiverem uma conta no Facebook, para participcar de uma votação para o amigo, Henrique Ribeiro, que sempre sonhou em visitar Amsterdam e, se possível, correndo, que é o que vai acontecer caso ele ganhar esta corrida virtual de votos.

Henrique se registrou e participou por três meses do Mizuno Challenge 2012, uma iniciativa da empresa para incentivar o bom esporte na sua maneira mais prática e básica, a corrida.

Foram 12 webpisódios que mostraram toda a trajetória dos participantes que mostraram a evolução dos competidores e, como finalista, apenas os poucos que realmente se mostraram esforçados e dedicados ao objetivo próprio de saúde e esporte se mostraram aptos a correr a última etapa em Amsterdam. Por isso, quem dispor de dois minutos e quiser compartilhar desta vitória, é só clicar aqui.

Ah, e veja abaixo um apelo do rapaz:



Foram várias etapas e agora ele está na final, concorrendo com uma corrredora iniciante também.

Para votar, é só clicar aqui. E se quiser saber mais sobre o esporte e sobre o desafio da Mizuno, poderá falar com ele por aqui.

É isto, obrigado!

July 15 2012

Amor, algo tão simples


Por anos, a humanidade busca o sentido da própria vida questionando-se claramente o motivo de cada segundo, cada momento, cada execução de algo. 

Um exercício rápido: Se não precisássemos comer ou nos vestir, o que você faria da própria vida?

Desde então o maior receio é da não existência após um período curto de consciência pura. Particularmente acho que teria maiores preocupações da confirmação de uma energia pura, nada some deste universo, só se transforma... E isto sim é um enigma.

Não acredito em acaso, também nem que tudo tem que a ver uma razão, mas é uma questão de fluxo de existência que mantém o universo equilibrado. Algo fora disto e aguarde uma abrupta movimentação para tudo voltar ao normal.

Entenda como quiser, não escrevo o texto exclusivamente para passar uma mensagem, mas para instigar a consciência.

O ser humano é impuro. Um organismo tão impuro pode-se dizer conhecer sentimentos a fundo? Eu sempre digo que uma das palavras mais perigosas já dita por um ser humano é a certeza. 

Certeza não existe. Se existisse o ser humano não teria tantos medos e dúvidas, e muito menos faria tanta besteira em nome de outros sentimentos que nada tem a ver com a confusão da própria pessoa.

Você sabe dizer o que é o amor? Não se preocupe, 90% da sociedade não sabe. É para poucos preparados e, geralmente, sentido por pessoas que sofrem (ou não) por estarem separados da sociedade da vida fútil criada por nós nesses últimos dois mil anos.

Os que chegam perto de saber ou sentir, sofrem por ver o quanto tudo esta errado. Por que reclamas tanto de um trabalho? Ou dos estudos? Da distância do ponto A para o ponto B? Da comida? Da própria vida?

O brasileiro médio "se joga em uma tela" que te proporciona o sonho (falso) intangível, te fazendo desejar algo que não precisa ser, te fazendo querer algo que você realmente não quer ter e que fala algo que você realmente não pensa em dizer.

Quero dizer: Você sequer sabe quem você é?

É só uma parte da imparcialidade conjunta que mostra exatamente a dificuldade de um ser humano sentir... Sim, bem simples, sentir.

Sentir saudades... Você sabe. Mas até onde você se manifesta para matar essa saudade? Manda um e-mail? Faz uma carta? Revisita um tempo com sua memória? Levanta da cadeira e vai matar essa saudade com as mãos? Acredite... Poucos fariam apenas um item.

Sentir tristeza... Você sabe. Mas mistura tanta coisa que não faz sentido algum e a transforma em um sentimento que não é amigo da paz.

Sentir duvida... Você sabe. 99% Das pessoas do planeta tem dúvidas, isto porque precisamos dizer o que pensamos para outros e colocar em cheque a opinião alheia para, por assim dizer, minha verdade prevalecer e assim eu me confortar com algo que eu digo. (Arrá, ter certeza). Já aqui, começamos o looping de erros sugestivos.

Sentir medo... Você sabe. Ativa nosso sistema de defesa, é algo mais animal do que humano. Para morrer, basta estar vivo. Para se estender neste mundo, basta ser sincero com você mesmo.

Sentir ódio... Você sabe. É a saída fácil, uma espada no coração e pronto, uma vida de amargura que soa ter gosto de um chá quente em um lugar bonito, um amargo que trás tristeza, que soa como algo luxuoso, algo que 90% do ser humano procura. Então, tristeza é o fator decisivo para viver "na segurança". Pensa um pouquinho na sua vida até hoje.

Sentir o amor... Poucos sabem. Para chegar neste estágio você tem que se limpar de todos os outros, entender, absorver e observar. Felicidade não esta ligada a algo tangível, mas a uma sensação de acordar de manhã e sorrir. É tão simples, mas para o mundo atual...

O amor não aceita nossas impurezas, não acata as dúvidas e muito menos aceita o ódio. Simples assim.

Então, como e por que tudo acontece? Pelo fato do ser humano não viver como deveria. Como ele deveria? Eu tenho a minha ideia, mas é só minha e não tem nada a ver com o que acontece hoje ao nosso redor.

Não se doa o amor, porque você não gera sozinho.
Não se desgastar, porque você só sente se estiver realmente preparado.
Não se dissipa, porque quando criado, esta vinculado eternamente.
Não julga, ele não existe por escolha.
Não te trás medo, porque esse amor gerado responde tudo que precisa ou quer saber da vida, e esse conhecimento é o único que pode trazer uma felicidade profunda.
Não afasta, porque ele só existe em conjunto.
Ele não acaba, porque... Vai saber quando realmente amar.

Com sete bilhões de pessoas no planeta é mais fácil "juntar" do que viver. Seja para criar um vinculo necessário de sobrevivência baseado em um ecossistema falho, ou pela falta da profundidade que a cada dia o ser humano tende a se afastar.

Todo mundo sabe amar, poucos realmente se arriscam. É um caminho sem volta... Soa assustador, não? Pois bem, é um caminho puro e limpo... Como explicar? É sentir.

Sentir que esta vivendo por algo, com suporte de algo, que é maior que tudo aquilo que o ser humano criou até hoje. Confirmando que sua existência está fazendo sentido e, mesmo assim, você não precisa desta tangibilidade. Você sente que está vivo... Sabe o que quero dizer? Aos que disseram não, entristeço.

Amor é puro, é saudável. Se sente que ele te faz mudar é porque estas voltando a ser a essência da existência. Se sente que muda algo na vida, é porque a sua vida está fora do natural, ou da real maneira que deveríamos viver neste planeta e no universo.

Fique a vontade para pensar, mais ainda de seguir suas próprias virtudes sem medo de ser julgado. Seja justo, transparente e sincero. Terá uma vida mais leve. Limpa sua alma do que não precisa e sua mente de pensamentos que não te fazem feliz. Faça uma revisão do modo que vive, abra seu coração e sua mente para tudo que existe. E isso é só um primeiro passo para chegar perto do amor.

O ser humano que é um pouco complicado, a vida é mais simples do que imaginamos...

Abs

-------------

Texto paralelo inspirado pela ótima blogagem coletiva "Amor aos pedaços".



June 17 2012

Pequenas dúvidas...


- Mamãe, como tudo começou?
- Como se a mamãe estivesse encontrado com a eternidade e fizesse a paz com o paraíso.
- E como foi, mamãe?
- O dia nunca terminou. Uma ternura, uma paz e nosso amor.
- A senhora sorri quando diz...
- Sim, meu amor. É desse dia eterno que tudo veio acontecer.
- E o papai?
- Com uma carinha de menino, com atitude de homem, me ajudou a criar tudo isso que sente e vê.
- E como será quando eu crescer?
- Estaremos ao seu lado, com todo esse amor que temos por você.
- Vocês ficarão sempre juntinhos?
- Somos um só, e você, é a nossa confirmação de tudo que sentimos, do tanto que podemos mudar neste universo. Nosso anjinho de esperanças e pureza.
- Eu te amo, mamãe. . .
- Eu te amo, meu presentinho do céu.

...durma bem.
Tags: Cronicando

June 02 2012

1º de Junho... alguém ai se lembra?


“Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte."

Gabriel Garcia Marquez

Alguém ai se lembra?

April 02 2012

Ganhador do Concurso Cultural: Bob Dylan em SP

E quem levou o ingresso para assistir Bob Dylan em SP foi:















Quero agradecer, de coração, todos os participantes.
Incluindo os comentários. Fiquem ligados que ainda tem mais nesta mês.

http://beta.sorteie.me/r/p8t

Grande abraço

March 26 2012

É bonito... é a vida.

E aos poucos abri os olhos ouvindo esses acordes,...



... pensei: é simplesmente a vida... é bonito.

March 09 2012

Pequena evolução

"O que eu vejo não é mais que uma casca. O mais importante é invisível"...




A frase acima faz parte da literatura mundial de "O Pequeno Príncipe", atualmente em uma exposição interativa que já passou por várias cidades e agora pousa em São Paulo, você pode conferir no shopping Iguatemi Alphaville. Se gosta bastante da história, você pode ir até a loja exclusiva que fica no Iguatemi de SP, alí da Av. Faria Lima.

E o vídeo de cima é uma expressão de nossa evolução misturando percepção e um pouquinho do que aprendemos de aritmética (ou matemática, sabe-se lá como se chama hoje) nos tempos dourados de descobertas fantásticas de nossa infância. Imagino que no planetinha do pequeno, essas imagens seriam grandiosas.

A ideia é do John V. Muntean, que nada mais faz além de uma produção abstrata de três dimensões que é representada em duas quando você coloca a percepção em prática e libera um pouco de trabalho do cerebelo para interpretar a concepção proposta a partir da aplicação da luz. 

Complicado? Veja o vídeo acima.

Até a próxima, seres pensantes

March 06 2012

Concurso Cultural: Bob Dylan em São Paulo, Brasil, 2012

Certa vez um jornalista pediu ao vocalista do U2, Bono Vox, sua opinião sobre a obra de Bob Dylan. "É como falar sobre as pirâmides do Egito. O que fazer além de contemplá-las embasbacado?", disse ele.





"Um político do sul prega para o pobre homem branco
"Você tem mais do que os negros, não reclame
Você é melhor do que eles,
você nasceu com pele branca." ele explicou
E o nome Negro
É usado obviamente
Para o lucro do político
Enquanto ele sobe em fama
E o pobre branco permanece
No vagão do trem
Mas não é ele a se culpar
Ele é apenas um peão em seu jogo"


Por mais que eu passe horas escrevendo, você ainda não conhecerá pontos importantes da história de Bob Dylan. Mas deixo um pouco do seu legado em rápidas anedotas:

Vamos por parte:

Conheça:

Uma matéria biográfica;
Um filme biográfico;
As mãos e a arte;
Uma história quase completa;

E, na Wikipedia.

Quer assistir ao show do Bob Dylan em São paulo no próximo dia 22 de de Abril? 


Participe do Concurso Cultural


Para participar são apenas dois passos:

Siga o http://twitter.com/juliomoraes e publique a seguinte mensagem no seu Twitter:

O @juliomoraes me leva para o  show do #BobDylan em São Paulo! Participe também! – http://kingo.to/113O #show #promo #ingresso

Fácil, não é?

Não tenho twitter, posso participar?
Posso abrir uma chance pra quem quiser escrever um ótimo comentário sobre o porquê merece ir ao show do Bob Dylan.

Regras básicas:

Pode publicar quantos tuítes quiser, você terá mais chances de ganhar;
Pode modificar um pouco a frase se não couber no tuíte, o importante é estar com o link;
Pode chamar seus amigos para participar;
Não pode - de maneira alguma - criar uma conta falsa (fake) para participar. (Isto é feio)
Perfis que existem somente para promoções, serão desqualificados;
Siga o @juliomoraes no Twitter;

Prêmio:

1 (hum) Par de Ingressos para o show do Bob Dylan em SP











Tem mais dúvidas? É só enviar para juliuspub@gmail.com
Boa sorte,

Para você que quer assistir ao show. Segue as informações via Tickets for Fun:

Bob Dylan no Brasil

Rio de Janeiro
Onde: Citibank Hall - Av. Ayrton Senna, 3000, Shopping Via Parque - Barra da Tijuca
Quando: 15 de abril, às 20h

Brasília
Onde: Ginásio Nilson Nelson - Setor SRPN, Asa Norte
Quando: 17 de abril, às 21h30

Belo Horizonte
Onde: Chevrolet Hall - Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi
Quando: 19 de abril, às 21h

São Paulo
Onde: Credicard Hall - Av. das Nações Unidas, 17.981
Quando: 21 de abril, às 22h; e 22 de abril, às 20h

Porto Alegre
Onde: Pepsi on Stage - Av. Severo Dulius, 1995
Quando: 24 de abril, às 21h


Regulamento:

1. Esta promoção destina-se às pessoas físicas localizadas no território brasileiro.
2. Fica terminantemente proibida a participação de funcionários da empresa organizadora, ou empresas apoiadoras.

3. Para participar da promoção são obrigatórios os seguintes termos:
a) No período da promoção (06 de Março de 2012 a 30 de Março de 2012, sendo dia 30 de Março de 2012 às 23h59 o prazo final para participação) os interessados deverão tuitar a frase indicada acima permitindo as modificações apropriadas e permitidas. 
b) Os interessados deverão seguir a conta do Twitter do Julio Moraes.
c) Os interessados deverão ser usuários ativos e válidos da rede social Twitter. 
b) Os interessados deverão aceitar que o sorteio será feio via tecnologia do website Sorteie.me.

4. O ganhador será presenteado com dois ingressos para o show do Bob Dylan, que vai acontecer em São Paulo, capital, no dia 22 de Abril de 2012.
5. A empresa organizadora da promoção entrará em contato via twitter para o ganhador e solicitar todos os dados para envio do prêmio, que será totalmente custeado pela empresa responsável pelo concurso cultural.
6. A verificação do ganhador é feita através do sistema Sortei.me, sendo de caráter irrevogável e inquestionável, não cabendo recurso a qualquer tempo e de qualquer espécie.
7. A divulgação do vencedor será feita no dia 05 de Abril de 2012, no blog Juliu’s Pub e nas redes sociais associadas. 
8. Não terão validade as participações que não preencherem as condições básicas do concurso estabelecidas neste regulamento ou que impossibilitem a verificação de sua autenticidade.
9. Os concorrentes declaram expressamente que os dados necessários para participação são verdadeiros e próprios, cientes de que poderão perder direito ao prêmio caso tenham criado um perfil falso. Caso isto aconteça, será realizado um novo sorteio para escolha do ganhador.
10. A empresa organizadora reserva-se o direito de desclassificar previamente o participante que não preencher as condições estabelecidas neste regulamento, para o que não será obrigada a comunicar, notificar ou avisar o participante.
11. O prêmio não poderá, em hipótese alguma, ser trocado por dinheiro ou por qualquer outro produto.
12. A participação nesta promoção implica na aceitação irrestrita da utilização de nome, som de voz e/ou imagem dos vencedores para, se a empresa organizadora assim o desejar, fazer a divulgação do resultado do concurso em qualquer espécie de mídia, sem que isso gere qualquer ônus para esta ou para qualquer empresa parceira.
13. Eventuais questões omissas serão resolvidas a exclusivo critério da empresa organizadora.

Qualquer dúvida, por favor, enviar e-mail para juliuspub@gmail.com -

January 17 2012

A escolha inevitável.

Star Wars: "I am your father" [SILENT FILM EDITION]


Tags: Cronicando

November 24 2011

MGMT no Lollapalooza 2012 - Brasil

Um guia definitivo das bandas do Lollapalooza 2012 no Brasil


MGMT

Perfil Musical: Indie Pop
Localização:  Middletown, Connecticut, USA
Personagens: Benjamin Goldwasser, Andrew VanWyngarden
Nascimento: 2002


MGMT não é uma banda no qual você consiga entender de maneira rápida. As músicas vão do rock alternativo ao pop psicodélico, trazendo consigo um grande peso de melancolia, sonhos, pesadelos e dúvidas existencialistas. 

Porém, como é algo que sentimos em algum momento de nossa vida, MGMT cabe como uma luva nas mãos, parafraseando Renato Russo, da geração Twitter. Em várias entrevistas os próprios integrantes nunca entenderam o porquê de tanto sucesso, tanto que, ao procurar mais sobre a banda nas redes, conseguimos localizar muito mais EP's do que propriamente álbuns completos. Prepare-se para um choque visual em alguns videoclipes como o angustiante KIDS.

O que esperar da banda no Lollapaloza 2012 Brasil?

Muita coisa boa! É um momento claro de pura sintonia entre 70 mil pessoas, a banda e o festival. Um momento marcante para todos, pode anotar.


Agora é com você:

Wikipedia: USA (aqui) BR (aqui)


Até o próximo profile Lollapalooza 2012 Brasil, seres pensantes!

November 21 2011

Lineup Oficial do Lollapalooza Brasil - 2012

E finalmente foi confirmado o Lineup oficial e completo para o Lollapalooza Brasil, 2012.


















Confira:

Foo Fighters | Website
Arctic Monkeys | Website
Jane's Addiction | Website
MGMT | Website
TV On The Radio | Website
Thievery Corporation | Website
Skrillex | Website
Calvin Harris | Website
Foster The People | Website
Cage The Elephant | Website
Joan Jett & the BlackHearts | Website
Band of Horses | Website
Gogol Bordello | Website
O Rappa | Website
Bassnectar | Website
Friendly Fires | Website
Pretty Lights | Website
The Crystal Method | Website
Perryetty V/S Chris Cox |  Fonte de Info - Chris Cox
Tinie Tempah | Website
Peaches | Website
Plebe Rude | Website
Wander Wildner | Website
Marcelo Nova | Website
Rhythm Monks | Website
Cascadura | Website
Pavilhão 9 | Website
Tipo Uísque | Website
Suvaca diPrata | Website
Veiga & Salazar | Website
Balls | Website
Bluebelle | Website
Velhas Virgens | Website
Garage Fuzz | Website
Marcio Techjun | Website
Daniel Brandão | Website

Ingressos -Venda de ingressos pelo site oficial.
Série especial de postagens: Guia das Bandas Lollapalooza
Confira mais informações sobre o evento aqui.

Site oficial: http://www.lollapaloozabr.com/

Older posts are this way If this message doesn't go away, click anywhere on the page to continue loading posts.
Could not load more posts
Maybe Soup is currently being updated? I'll try again automatically in a few seconds...
Just a second, loading more posts...
You've reached the end.

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl